Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Resultado 1º T 2019 : Petrobrás cava sua própria cova (e o Brasil vai junto)

09 Maio Lido 7654 vezes

Claudio100A cada publicação de resultados da Petrobrás é lamentável e irritante

assistir o festival de mentiras divulgadas pela grande mídia brasileira cooptada por interesses inconfessáveis.

A grande mídia só divulga entrevistas realizadas com técnicos de bancos que tem interesse na compra de ativos da empresa ( Itau, BTG-Pactual, Bradesco etc) e lobistas representantes de investidores (Adriano Pires, Alvaro Bandeira etc).

É incrível a tranquilidade como eles falam que a “empresa está em recuperação pois estava praticamente quebrada” sem apresentar nenhum número, nenhuma prova. Na realidade números e provas que não existem, por se tratar de uma enorme mentira , como demonstramos no artigo a seguir :

http://www.aepet.org.br/w3/index.php/conteudo-geral/item/1164-crise-na-petrobras-foi-inventada-para-justificar-venda-de-ativos-diz-oliveira


Há quantos anos temos ouvido estas falácias que visam exclusivamente beneficiar grupos econômicos (nacionais e estrangeiros) em detrimento de nosso país e seu povo.

Aparentemente esta campanha lesa-pátria só será encerrada quando tiverem sugado tudo o que foi construído ao longo de décadas com esforço e suor dos funcionários da Petrobrás e da nação brasileira.

Uma campanha que vem de longa data como vemos no artigo a seguir :

http://www.aepet.org.br/w3/index.php/conteudo-geral/item/2184-a-saga-da-petrobras-e-a-torpe-atuacao-da-rede-globo

Ontem foi apresentado o resultado do 1º trimestre de 2019, no qual a empresa registrou um lucro de R$ 4,1 bilhões. São feitos comparativos com os resultados do 1º trimestre de 2018 e do 4º trimestre de 2018.

Mas se olharmos os resultados obtidos (em primeiros trimestres) no período em que o consumo interno foi subsidiado (2010/2013) e que muitos dizem (sem apresentar números) que foi a causa da empresa ter “quebrado” temos o seguinte :

Resultados 1º trimestre   R$ bilhões

     2010

     2011

     2012

     2013

       7,7

     11,0

     9,2

     7,7  

Fonte : Balancetes Petrobrás

Vejam que passados tantos anos, com inflação acumulada no tempo e com aumento de produção, a companhia hoje não consegue chegar perto dos resultados obtidos no passado.
Ocorre que naquele tempo as refinarias brasileiras operavam a plena capacidade e a Petrobrás detinha praticamente 100% do mercado interno de derivados . Nós pagávamos combustíveis a preços mais baixos do que os internacionais e a empresa lucrava mais. Ou seja , todos ganhávamos.

Hoje, com a absurda politica de paridade de preços, as refinarias brasileiras da Petrobrás trabalham com 25% de ociosidade, a Petrobras perde mercado interno para derivados importados (principalmente dos EUA) e nós pagamos preços mais altos do que os internacionais. Ou seja, todos perdemos, só quem lucra são as refinarias americanas, os traders internacionais e os produtores de etanol.

Cláudio da Costa Oliveira
Economista da Petrobrás aposentado

 

Última modificação em Sexta, 10 Maio 2019 16:06
Avalie este item
(24 votes)
0
0
0
s2sdefault
Veja algumas métricas do portal.
Subscribe to this RSS feed