Siga a AEPET
logotipo_aepet

Que presidente a Petrobrás precisa para voltar a ser brasileira?

Requião: "Um brasileiro que recoloque a empresa a serviço do país"

Publicado em 08/12/2022
Compartilhe:

A participação de estrangeiros no capital da Petrobrás, autorizada ainda no governo de Fernando Henrique Cardoso, foi gradualmente expondo a empresa a interesses privados e de curto prazo, em detrimento de seu papel histórico no desenvolvimento nacional. Também a parte do lucro destinada ao governo é consumida na gestão da divida pública não auditada.

A AEPET tem oito pilares para que a Petrobrás inverta essa lógica e volte a ser verdadeiramente brasileira.

E não estamos sozinhos.

"A Petrobrás precisa voltar a ser ferramenta para o desenvolvimento", resume Beto Almeida, Conselheiro da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

 

Veja mais depoimentos no vídeo da AEPET TV:

[yjsgmedia link="https://www.youtube.com/watch?v=ldrSADsDXqI" poster="" width="640" height="360" resp="yes" id="yjsg_media60"]

 

Oito pontos da AEPET para devolver a Petrobrás aos brasileiros

1- Restauração do monopólio estatal do petróleo, exercido pela Petrobrás;

2- Reversão da privatização dos ativos da Petrobrás, destacando a BR Distribuidora, refinarias, malhas de gasodutos (NTS e TAG), distribuidoras de GLP e gás natural (Liquigás e Comgás), produção de fertilizantes nitrogenados (FAFENs), direitos de exploração e produção de petróleo e gás natural e as participações na produção de petroquímicos e biocombustíveis;

3- Reestruturação da Petrobrás como Empresa Estatal de petróleo e energia, dando conta de sua gestão, com absoluta transparência, ao controle do povo brasileiro;

4- Alteração da política de preços da Petrobrás, com o fim do Preço Paritário de Importação (PPI), que foi estabelecido em outubro de 2016, e restauração do objetivo histórico de abastecer o mercado nacional de combustíveis aos menores preços possíveis;

5- Limitação da exportação de petróleo cru, com adoção de tributos que incentivem a agregação de valor e o uso do petróleo no país;

6- Recompra das ações da Petrobrás negociadas na bolsa de Nova Iorque (ADRs);

7- Desenvolvimento da política de conteúdo nacional e de substituição de importações para o setor de petróleo, gás natural e energias potencialmente renováveis;

8- Estabelecimento de um plano nacional de pesquisa e investimentos em energias potencialmente renováveis, sob a liderança da Petrobrás.

 

Veja também:

Os desafios da Petrobrás e o novo governo

 

Gostou do conteúdo?

Se inscreva na AEPET TV para acompanhar nossos vídeos e entrevistas

Clique aqui para receber matérias e artigos da AEPET em primeira mão pelo Telegram

 

Receba os destaques do dia por e-mail

Cadastre-se no AEPET Direto para receber os principais conteúdos publicados em nosso site.
Ao clicar em “Cadastrar” você aceita receber nossos e-mails e concorda com a nossa política de privacidade.
Jornalismo AEPET
Compartilhe:
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários

Gostou do conteúdo?

Clique aqui para receber matérias e artigos da AEPET em primeira mão pelo Telegram.

Continue Lendo

Receba os destaques do dia por e-mail

Cadastre-se no AEPET Direto para receber os principais conteúdos publicados em nosso site.

Ao clicar em “Cadastrar” você aceita receber nossos e-mails e concorda com a nossa política de privacidade.

0
Gostaríamos de saber a sua opinião... Comente!x