Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

AEPET e outras entidades planejam ações em defesa dos participantes da Petros

27 Novembro Lido 5522 vezes

Definido conjunto de ações judiciais, extrajudiciais e administrativas


Reunidos na última quarta (22), na sede do Sindipetro, representantes da AEPET, FNP, GDPAPE, Federação dos Marítimos, Fenaspe, advogados, conselheiros eleitos da Petros e petroleiros definiram um conjunto de ações (judiciais, extrajudiciais e administrativas) com o objetivo de evitar que a Petros implemente o equacionamento de um déficit que, em sua grande parte, é dívida que a Petrobrás e demais patrocinadoras têm com os participantes do plano Petros 1. Ou seja: evitar que se efetue o confisco das aposentadorias e pensões ou a majoração extorsiva das contribuições. As ações serão implementadas a partir desta quinta imediatamente, visando proteger os interesses dos petroleiros.

As iniciativas incluem o questionamento, junto a cada instituição envolvida (Petros, Petrobrás, BR, órgãos reguladores), dos critérios utilizados, das inconsistências técnicas e ilegalidades do equacionamento proposto, reivindicando a suspensão de qualquer desconto abusivo. Todas as ações serão coordenadas, para que não se inviabilizem mutuamente.

O Fórum de Defesa da Petros vai convocar ato público unificado em defesa do Plano Petros 1, questionando a forma de equacionamento proposta.

Segundo Ronaldo Tedesco, do Conselho Deliberativo da Petros, "a proposta de Plano de Equacionamento tem um claro objetivo por parte da Direção da Petrobrás que é acabar com o PPSP. Todas as medidas que tivermos que tomar para evitar esse equacionamento absurdo e impagável, as entidades sindicais e associativas deverão tomar. No entanto, somente nossa luta organizada poderá reverter essa situação. Por isso, o chamado a um ato público unificado em defesa do PPSP é fundamental. Mas essa luta não pode ser somente dos participantes e assistidos do PPSP. Lembro a todos que o Plano Petros 2 está sendo gerido pela Petrobrás, da mesma forma que o PPSP. A união de todos nós nessa luta é fundamental" finaliza o conselheiro.

Fonte: Sindipetro-RJ

Última modificação em Terça, 28 Novembro 2017 16:40
Avalie este item
(10 votes)
0
0
0
s2sdefault
Veja algumas métricas do portal.
Subscribe to this RSS feed