Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

As mudanças no sistema mundial e os desafios do Brasil

31 Outubro Lido 1109 vezes

Estratégias políticas em choque

Num momento de tensões profundas entre projetos progressistas e programas neoliberais no mundo e, particularmente no Brasil, é necessário uma reflexão sistemática sobre a conjuntura mundial e regional no contexto de mudanças hegemônicas e emergência de um novo sistema mundial. Torna-se cada vez mais urgente que a formulação de políticas públicas, o planejamento, o ensino, as ciências sociais e a dinâmica das organizações populares e sindicais incorporem uma análise mais rigorosa e um acompanhamento dos fenômenos globais internacionais e regionais, particularmente em países de dimensão continental com grandes possibilidades de ascensão mundial, como o Brasil, para a ação prática desses atores políticos.

O Núcleo de Estudos IFCS/UFRJ sobre Geopolítica, Sistema mundial e Integração regional, junto com outros centros de pesquisa e estudo e organizações populares e sindicais, apresentam este ciclo de seminários sobre a conjuntura mundial com o objetivo de analisar os aspectos geopolíticos dos processos e projetos de integração regional em andamento na América Latina, a partir de uma visão que incorpore as estratégias políticas em choque: imperialismo vs. nacionalismos; a disputa pelos territórios, os recursos naturais e hidroenergéticos e o impacto desses projetos sobre as populações locais, os movimentos sociais, os Estados e as soberanias nacionais e as políticas públicas.

O primeiro seminário pretende abrir um debate sobre as novas tendências da economia mundial, e emergência da Ásia, e particularmente a China, como grande articulador de estas tendências; a reconfiguração do continente Euroasiático e seu impacto na América Latina e particularmente Brasil.

Palestrantes

Ana Esther Ceceña, coordenadora do Observatório Latino-americano de Geopolítica, professora da Universidade Nacional Autônoma do México - UNAM.

Beatriz Bissio, professora do Departamento de Ciência Política e do Programa de Pós-Graduação em História Comparada da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ e coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre África, Ásia e as Relações Sul-Sul (NIEAAS). Diretora do Centro Celso Furtado.

Monica Bruckmann, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ e diretora de pesquisa da Cátedra e Rede UNESCO sobre Economia Global e Desenvolvimento Sustentável - REGGEN. Diretora do Centro Celso Furtado.

Samuel Pinheiro Guimarães Neto, embaixador e ex-Alto Representante Geral do Mercosul.

INSCRIÇÕES GRATUITAS - Clique aqui

Data: 12 de novembro de 2018
Horário: 14h às 19h
Local: Salão Nobre – IFCS
Instituto de Filosofia e Ciências Sociais - UFRJ
Largo São Francisco de Paula, 1

FonteSenge-RJ

Avalie este item
(5 votes)
0
0
0
s2sdefault
Veja algumas métricas do portal.
Subscribe to this RSS feed