Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Para cientista político, carta divulgada por Bolsonaro pode significar possibilidade de renúncia

17 Maio Lido 5213 vezes

Quem tem a vocação para a política, não renuncia. É renunciado

 

A carta divulgada por Jair Bolsonaro, abordando a impossibilidade de governar o Brasil, repercutiu. Na avaliação do cientista político Alberto Carlos Almeida, a mensagem indica uma possibilidade de renúncia.

“É sim uma carta de renúncia, mas vinda de Bolsonaro pode ser qualquer coisa. Ele é muito burro: não conhece a língua portuguesa, não sabe utilizar símbolos, não entende dos detalhes da política. Assim, para ele, essa carta pode ser qualquer coisa”, diz Almeida.

Em outra postagem, Almeida declara: “Quem tem a vocação para a política, não renuncia. É renunciado. O sistema político não obriga ainda a renúncia de Bolsonaro. Se ele o fizer é porque não gosta realmente de política”.

O cientista político acrescenta: “Estamos diante de um governo anti-iluminista, que defende valores contrários aos do Iluminismo, que são a razão, a ciência, o humanismo e o progresso. É um governo fadado à derrota, pois não se detém o Iluminismo”.

Pressões

O texto, divulgado por Bolsonaro, fala que o presidente está “sofrendo pressões de todas as corporações, em todos os poderes”, que o País “está disfuncional” e que “até agora (o presidente) não fez nada de fato, não aprovou nada, só tentou e fracassou”.

Fonte: Revista Forum

Última modificação em Sexta, 17 Maio 2019 18:16
Avalie este item
(12 votes)
0
0
0
s2sdefault
Veja algumas métricas do portal.
Subscribe to this RSS feed