Imprimir esta pg
0
0
0
s2sdefault

Diretor da ANP que incentivou venda de ativos da Petrobrás vira CEO de empresa privada que quer comprar esses ativos

Publicado em 30/10/2020 Lido 5045 vezes

Empresa, com sede no Rio de Janeiro, tem cerca de R$ 2 bilhões para investir

Lembram do diretor geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), que dizia que a Petrobrás tinha de vender refinarias e outras unidades? O mesmo que apoiava o CADE a forçar a Petrobrás a vender ativos?

Pois bem. Agora ele é CEO da Enauta (novo nome da Queiroz Galvão Exploração e Produção), petrolífera que segundo divulgado pela imprensa "está aproveitando a desaceleração do setor para comprar campos em terra e na costa do país".

A empresa, com sede no Rio de Janeiro "tem cerca de R$ 2 bilhões disponíveis em dinheiro e contas a receber e está ansiosa para usá-lo na expansão da área plantada", disse o CEO, Décio Odone.

O movimento sindical há muito tempo vem denunciando pessoa que ocupa um cargo na esfera pública para preparar o terreno e se dar bem na inciativa privada. No nosso entendimento isso é conflito de interesses, fere o principio da moralidade pública, impessoalidade, entre outros princípios legais. O que a categoria acha disso?

Fonte- Sindipetro Bahia

Última modificação em Sexta, 30 Outubro 2020 21:55
Avalie este item
(7 votes)
Veja algumas métricas do portal.