Siga a AEPET
logotipo_aepet

O sucesso da China sem eleições

“Legitimidade está na competência”, afirma o cientista político Eric X. Li.

Publicado em 14/10/2023
Compartilhe:

Entre 1970 e 2010, o número de países que adotaram a democracia capitalista e multipartidária saltou de 45 para 115. No entanto, se comparados com a China do regime unipartidário e sem eleições, em tais nações as promessas de eficiência econômica e legitimidade política ficaram muito distantes do prometido.

Em 30 anos, a China deixou de ser uma economia de base agrícola para a se tornar segunda maior economia do mundo.

“Em três décadas, 650 milhões de pessoas foram retiradas da linha da pobreza, melhor que o desempenho de todas as democracias, novas e antigas, juntas no mesmo período”, afirma Eric Li, que acumula a inusitada dupla atividade de investidor e cientista político.

Sucessivas reformas fizeram com que o Partido Comunista Chinês absorvesse até empresários, “algo inimaginável nos tempos de Mao (Tsé Tung)”, disse.

Também no plano político, não há estagnação. Li afirma que, apesar de haver corrupção, como em todo lugar, a China está entre os países com maior mobilidade política no mundo, ou seja, a maioria dos políticos veio da base e trabalhou duro pela ascensão na carreira.
“Eu ousaria sugerir que o Partido é o maior especialista do mundo em reforma política”, resume o cientista político.

Confira no AEPET TV

Compartilhe:

Receba os destaques do dia por e-mail

Cadastre-se no AEPET Direto para receber os principais conteúdos publicados em nosso site.
Ao clicar em “Cadastrar” você aceita receber nossos e-mails e concorda com a nossa política de privacidade.

Continue Assistindo

Siqueira: "Como engenheira da Petrobrás, Magda decepcionou na ANP"

29/05/2024

Castro: "Petróleo longe de perder importância e valor estratégico"

09/05/2024

Receba os destaques do dia por e-mail

Cadastre-se no AEPET Direto para receber os principais conteúdos publicados em nosso site.

Ao clicar em “Cadastrar” você aceita receber nossos e-mails e concorda com a nossa política de privacidade.