Siga a AEPET
logotipo_aepet
aepet_autores_fernando_siqueira
Fernando Siqueira
Diretor administrativo da Associação dos Engenheiros da Petrobrás (AEPET)

Mentiras sobre a Petrobrás aumentam às vésperas da eleição

Um desserviço à sociedade. Vejamos as mentiras que têm alavancado a campanha. 1- Ele diz que o “petrolão deu um p

Publicado em 24/10/2022
Compartilhe:

Um desserviço à sociedade. Vejamos as mentiras que têm alavancado a campanha.

1-    Ele diz que o “petrolão deu um prejuízo de R$ 900 bilhões à Petrobrás”. A verdade, no entanto, é que o prejuízo contabilizado pela Petrobrás foi R$ 8 bilhões, dos quais R$ 6,4 bilhões foram recuperados. Além disso, 3 dos diretores condenados foram indicados pelo Partido Progressistas (PP) e pelo Partido Liberal (PL), partidos que formam a base de sustentação do governo.

2-    “A dívida da Petrobrás veio dessa corrupção”. A verdade é que a dívida da empresa foi feita para investimentos no sistema de produção no pré-sal, que hoje contribui com 80% da produção nacional. É bom lembrar que no período entre 2010 e 2016, a Petrobrás investia cerca de US$ 50 bilhões por ano, gerando  emprego e desenvolvimento. Hoje ela investe menos de US$ 8 bilhões por ano.

3-    A terceira mentira é dizer que “ Brasil tem a gasolina mais barata do mundo”. Na verdade o preço médio nos países produtores de petróleo é a metade do preço brasileiro. O preço em dólar por litro de gasolina das estatais dos países monopolistas é: Venezuela – 0,001; Irã – 0,06; Angola – 0,268; Kwait – 0,348; Malásia – 0,49; Iraque – 0,51; Catar – 0,56; Arábia Saudita – 0,62; Rússia – 0,72; Brasil – 0,96.

4-    É mentira dizer que a baixa nos preços beneficiou a população brasileira. Na verdade, a atual diretoria da Petrobrás, nomeada pelo governo, elevou o ganho da empresa para valores imorais, cerca de 300%. Um exemplo, o óleo diesel estava sendo vendido por R$ 4 o litro, enquanto o custo de produção não ultrapassa R 1,20, gerando um lucro que supero o de qualquer petroleira mundial. E retira o patrimônio do povo  brasileiro e transfere  para acionistas privados. O governo ordenou ao Banco do Brasil e à Caixa venderem suas ações da Petrobrás, de forma que hoje 63,5% do capital da empresa está em mãos de acionistas privados. Sendo que 44% na Bolsa de Nova Iorque, nas mãos de George Soros e fundos abutres.

Portanto, o povo brasileiro está perdendo e o baixo do preço da gasolina foi conseguido através da retirada de impostos federais e estaduais, retirando a capacidade do estados de investirem para o desenvolvimento do povo. Então, a Petrobrás está ganhando um valor alto e distribuindo em forma de dividendos para os acionistas. O povo brasileiro perde duas vezes. Primeiro, paga muito caro pelo combustíveis, cujo valor é transferido para os acionistas. Segundo, o diesel é fundamental na inflação brasileira, pois é responsável pelo transporte de pessoas, materiais e alimentos. Isso gera graves efeitos na economia brasileira, que está sendo dilapidada.


Fernando Siqueira é diretor da AEPET

Receba os destaques do dia por e-mail

Cadastre-se no AEPET Direto para receber os principais conteúdos publicados em nosso site.
Ao clicar em “Cadastrar” você aceita receber nossos e-mails e concorda com a nossa política de privacidade.
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários

Gostou do conteúdo?

Clique aqui para receber matérias e artigos da AEPET em primeira mão pelo Telegram.

Mais artigos de Fernando Siqueira

Receba os destaques do dia por e-mail

Cadastre-se no AEPET Direto para receber os principais conteúdos publicados em nosso site.

Ao clicar em “Cadastrar” você aceita receber nossos e-mails e concorda com a nossa política de privacidade.

0
Gostaríamos de saber a sua opinião... Comente!x